A Máquina de Abraçar

Sala Fernanda Montenegro

São 2 os personagens:   Iris – uma autista altamente dotada intelectualmente. Miriam – uma especialista em autismo e distúrbios similares que presenciou “uma longa viagem” de sua paciente até o mundo de nossa linguagem verbal, a linguagem das pessoas “normais”.

Íris tem autismo, mas conseguiu, graças à imensa capacidade de seu cérebro, atravessar o abismo da falta de comunicação e hoje pode falar para uma platéia, durante uma conferência, de como se sente, de como pensa e de quais são as diferenças de funcionamento de uma mente autista em relação a uma mente normal.  Ph.D. em botânica, Íris lançou um livro intitulado “A vida afetiva das plantas” e se comunica com uma planta, sua companheira inseparável e que está presente nesta conferência, a quem ela carinhosamente chama de Frida.

Miriam é uma especialista, médica de Íris há muitos anos. Através de um discurso lógico, racional, ela tenta defender suas idéias e fugir do preconceito de seus colegas de profissão descrentes de seus métodos de tratamento pouco ortodoxos e da censura por parte da organização do evento. Aos poucos, ela parece perder o controle da situação, pois mesmo Íris, sua paciente, já não responde, nem age da forma esperada, recorrendo várias vezes a uma máquina que está fora da cena e que, até determinado ponto da peça, não sabemos para o que serve: a Máquina de Abraçar.

Mas, de repente, a máquina se quebra, as duas mulheres se defrontam, o espetáculo acontece!


Tradução: Eric Nepomuceno                Produzido por: Fernando Libonati

Direção de Arte: Raul Mourão            Direção Musical: Rodrigo Marçal

Luz: Maneco Quinderé                             Direção de Imagem: Caetano Gotardo

Voz Especial em Off: Fernando Eiras

Fotos: Vicente De Mello

Visagismo: Rose Verçosa

Programação Visual: Débora Bensusan e Quito

Direção de Produção: Carolina Tavares

Assessoria de Imprensa: Vanessa Cardoso

Produtor Executivo: Bruno Katzer

Direção de Cena: Márcia Machado

Operador de Luz: Helio Malvino

Operador de Som: Arthur Braganti

Figurino: Domingos de Alcântara e Luciana Cardoso

Direção de Movimento e Preparação Corporal: Denise Stutz

Produção: Pequena Central De Produções Artísticas

Realização: Machenka Produções Artísticas Ltda



Nenhum comentário

Deixe seu comentário