O Pintor

Sala Marília Pêra

A comédia conta a história de duas mulheres, uma amante do marido da outra, e de um pintor que, a princípio, não é o marido.
Ao voltar de suas férias no exterior, Márcia descobre que o escritório de seu marido não foi pintado, como ela havia providenciado, e que o pintor, Walter, ainda está em sua casa. Quando ele está começando o trabalho, chega Jane, esposa do homem que Márcia está tendo um caso, disposta a contar tudo para o marido traído sobre a infidelidade da esposa. Márcia, a beira de um ataque de nervos, tem a brilhante ideia: pedir ao pintor, na verdade um ator decadente, que passe por seu marido, enganando a Jane. Walter leva seu papel de maneira muito séria e, no ensaio para a cena do fatídico encontro ele, muito envaidecido, gesticula exageradamente reproduzindo partes mal decoradas de trechos de peças famosas, como OTHELLO e VIDAS PRIVADAS, e ataca Márcia rudemente sempre que ela o critica. Finalmente a tentativa do flagra acontece com resultados hilários e muita confusão.
Num cenário, de Sergio Marimba, repleto de portas, um entre sai com várias trocas de figurinos, assinado por Cao Albuquerque, proporciona muitas gargalhadas.


Autor: Donald Churchill

Tradução: Bárbara Heliodora

Adaptação: João Emanuel Carneiro

Direção: Guilherme Piva

Elenco: Antonia Frering, Solange Badin e Gustavo Gasparani

Assistente de direção: Luiz Henrique Nogueira

Iluminação: Maneco Quinderé

Cenografia: Sergio Marimba

Figurinos: Cao Albuquerque

Assistente de figurino: Kleyton Rigon

Direção de movimento: Marcia Rubin

Música composta e direção musical: Marcelo Alonso Neves

Assessoria de Imprensa: Daniella Cavalcanti

Assistente de Assessoria de Imprensa: Bruna Amorim

Produção executiva: Silvia Rezende

Direção de Produção: Fernanda Signorini

Realização: Antonia Frering e Fernanda Signorini



3 comentários

Deixe seu comentário