Soul Roberto

Sala Marília Pêra

No final dos anos 1960 e início dos anos 1970, Roberto Carlos dá uma virada do rock em direção ao soul. Com a influência da música negra, Roberto Carlos traz na sua bagagem composições de sucesso. Nada melhor do que celebrar esta trajetória tão rica, no espetáculo musical ‘Soul Roberto’, que revisa as belas canções de sua carreira ao lado de uma banda composta por cinco músicos e seis cantores-atores. O espetáculo tem aproximadamente quarenta músicas entre elas ”Emoções”, “De tanto Amor”, “Detalhes”, “As curvas da estrada de Santos”, “Proposta”, “Namoradinha de um amigo meu”, “Negro Gato” “O Calhambeque”, entre outras totalmente cantadas e encenadas, incluindo medleys e outros sucessos memoráveis do cantor, com nuances coreografadas permitindo que as canções falem por si, o que neste caso é tradução de emoção e beleza. A direção geral fica a cargo dos competentes e premiados Renato Vieira e Cláudio Figueira, dupla que dirigiu entre outros o bem sucedido espetáculo ‘ O Som da Motown’ com várias indicações a importantes prêmios: Contigo de Teatro na categoria de Melhor Musical Nacional e o da Folha de São Paulo igualmente na categoria de Melhor Musical, ambos em 2010. Homenagens são merecidas e não faltam às celebrações destes cinquenta anos efervescentes de Roberto Carlos, mas esta com certeza vai figurar entre as mais afetivas, trazendo à nossa lembrança as canções inesquecíveis que Roberto eterniza entre nós; afinal somos todos um pouco da trilha sonora “Soul Roberto”.


Elenco: Simone Centurione Cosme Motta Késia Estácio Thiago Thomé Camila Braunna Alan Camargo Músicos Fernando Lopez – Teclado George de Oliveira – Saxofone Moisés Camilo – Guitarra Robson Rodrigues – Baixo Márcio Amaro – Bateria Direção: Renato Vieira e Cláudio Figueira Arranjo e direção musical: Fernando Lopez Direção musical vocal: Everton Louvize Pesquisa musical: Carmen Figueira Figurinos: Marcelo Oliveira Cenários: Cláudio Figueira e Renato Vieira Desenho de luz:  Binho Assessoria de imprensa: Carmen Figueira Fotografia: Bruno Veiga Modelista: Rose Programação visual: Olga Muniz Operador de som: Luiz Everando Operador de luz: Marcos Billé Contra-regra: Raul Mororó Camareira: Amélia Operador de microfone: Luigi William Realização: Só de Sapato Prod. e Prom. Artísticas



9 comentários
  • Felipe Juvêncio disse 5 de maio de 2012 às 20:17

    O espetáculo é sensacional, parabéns a todos que fazem parte desta produção.

  • Kátia Baptista disse 6 de maio de 2012 às 0:37

    Assisti e adorei, certamente voltarei. Recomendo à todos este espetáculo.

  • MUITO BOM!!!

  • Eu assisti e amei toda a performace musical. Tem muita coisa boa no Rio de Janeiro. assistiria 10 mil vezes mais. parabéns atodos que participam desse músical.

  • Patricia Freixo disse 31 de maio de 2012 às 16:54

    Tive o prazer de assistir a esse musical e faço questão de divulgar que não deixa nada a dever as demais peças, cujos direitos são adquiridos fora do Brasil.
    Infelizmente, não tive a oportunidade de parabenizar os responsáveis por tanta sensibilidade e criatividade ao fazer essa adaptação musical, mas essa é a maneira que encontrei de agradecer aos Diretores por proporcionar a todos que lá estiveram, tamanho prazer em assitir a essa peça tão ma-ra-vi-lho-sa.
    Parabens!
    Patricia Freixo

  • Roberto Oliveira disse 5 de junho de 2012 às 15:47

    Voltei a dar um mergulho profundo no rio de minha vida, recordando músicas que marcaram minha existência com a qualidade/simplicidade dos poetas RC e EC. Vida longa ao “REI” !

  • Fernando Souza disse 10 de junho de 2012 às 9:15

    Simplesmente sensacional!!! Momentos inesquecíveis ouvindo e vendo artistas maravilhosos!!

  • Cristiane Mansur disse 16 de julho de 2012 às 16:28

    Maravilhoso!!!!
    Adorei!!!! Fui com meu amigo, mais é uma peça musical que vale a pena vc ir com o grande amor da sua vida.

  • Onde se esconde tanta gente boa, meu Deus ????!!!!!!! E a mídia desprezando coisa boa em prol de tanta porcaria no mercado.
    Ando felicíssima com as minhas escolhas, pois adoro música, vocais, apresentações musicais. E nesse final de semana não foi diferente: cantei, dancei, chorei, aplaudi muito esse sexteto. Que pena ter sido a última apresentação. Nota 10 com louvor !!!!!

Deixe seu comentário