3 FORMAS DE AMAR

Sala II

“3 FORMAS DE AMAR”, FILME CULT DOS ANOS 90, INSPIRA ESPETÁCULO TEATRAL.

Um triângulo bissexual é mote da comédia romântica “3 Formas de Amar”.

Leo é um rapaz acanhado, recém-chegado do interior, Alexia é uma aspirante a atriz e Vinicius é o vértice divertido e irresponsável do triangulo amoroso que se forma entre eles. São desconhecidos, completamente diferentes, mas que se aproximam em meio às dificuldades de se viver em uma grande metrópole. Aos poucos, surge uma amizade e um imbróglio amoroso, repleto de questionamentos típicos da juventude.

Embora se passe nos anos 90, época em que bissexualidade ainda era um assunto abafado, a história não se foca nos dramas ou discussões sobre o tema. Seu diferencial é apresentar uma relação de poliamor de maneira simples e divertida. É uma história sobre três jovens, que em dado momento, se veem apaixonados uns pelos outros e precisam lidar com esse sentimento, com o amor e suas infinitas formas de amar.


Atriz: Thalyta Medeiros
Ator: Diego Biagianni
Ator e Produtor: Tiago Pessoa
Diretor: Renato Andrade
FOTOS: Caio Gallucci
CENÁRIO: Cristiano Panzarin
FIGURINOS: Renato Andrade
Luz: Bob Lima



Nenhum comentário

Deixe seu comentário