A Lição e a Cantora Careca

Teatro Fashion Mall - Sala I

A Lição
Uma aluna (Renata Paschoal) busca seu “doutorado total” e procura um experiente professor (Nelson Xavier) de aulas particulares, que domina todos os assuntos. No processo de aprendizagem, em meio às aulas de Geografia, Matemática, Filologia, Filosofia, surgem – a partir de diálogos absurdos – as relações de poder, a busca pelo conhecimento, a ignorância, as fantasias secretas, o medo, a presunção, a dor, o problema universal da falha na comunicação, a dissimulação, a caricatura do real e tudo o mais que compõe a condição humana, exposto de forma cômica, algumas vezes, mas também dramática, e até trágica. Tudo isso sob a observação atenta, cúmplice e também a interferência de uma governanta (Cecil Thiré) quase onisciente.
 
 A Cantora Careca
A Cantora Careca tem início com um diálogo sobre banalidades do cotidiano entre os donos da casa, Sr. e Sra. Smith (Cecil Thiré e Thelma Reston), em uma sala de jantar burguesa, logo depois de terminarem a refeição. O diálogo entre o casal evolui através de falas sem um nexo compreensível, quando são interrompidos por Mary (Maria Gladys), a empregada, anunciando a visita do Sr. e Sra. Martin (Nelson Xavier e Renata Paschoal) para jantar. Roberto Frota faz o bombeiro.


Texto: Eugene Ionesco
Direção: Camilla Amado
Elenco: Nelson Xavier, Cecil Thiré, Thelma Reston, Renata Paschoal
Maria Gladys e Roberto Frota
Cenografia: Fernando Mello da Costa
Figurino: Marcelo Marques
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros
Produção: Renata Paschoal
Realização: Forte Filmes



Nenhum comentário

Deixe seu comentário