O Mágico de Nós

Teatro Fashion Mall - Sala I

No mundo da imaginação, crianças adoram contracenar com seus personagens favoritos, sejam da televisão, dos livros ou dos filmes. E por que não participar, ao vivo, de uma peça de teatro? A partir da história de “O Mágico de Oz”, do escritor americano Lyman Frank Baum, o espetáculo infantil “O Mágico de Nós” conta com o auxílio das crianças da plateia para conduzir a menina Dorothy de volta para casa. Idealizada pelo diretor César Gouvêa, da Companhia do Quintal, uma das pioneiras na arte do improviso no Brasil, a peça estreia no dia 3 de setembro, no Teatro Fashion Mall.

 Após assistir ao espetáculo de improvisação do grupo Impromadri (Espanha), criado para o universo infantil, o diretor César Gouvêa ficou motivado com a possibilidade de trazer esta experiência ao Brasil. Com vasta experiência na arte do improviso, o diretor é um dos criadores do espetáculo “Jogando no Quintal”, da Companhia do Quintal, que surgiu em 2001, e vem desenvolvendo novos formatos de jogos e espetáculos de improvisação, tendo em seu repertório 14 espetáculos.

 Utilizando como fio condutor a fábula “O Mágico de Oz”, o espetáculo tem como questão central a pergunta: como superar um imprevisto? No palco, a menina Dorothy (Paola Musatti) é transportada o mundo encantado de Oz, onde conhece uma fada e encontra objetos, muitos deles familiares ao cotidiano, que têm o poder de se transformar através da imaginação.

 Em sua jornada em busca do caminho de volta para casa, Dorothy encontra um Leão (César Gouvêa), um Homem de Lata (Eugênio La Salvia) e um Espantalho (Ernani Sanchez), mas a ajuda destes novos amigos não é suficiente. A solução encontrada pelos personagens é pedir a ajuda do público, que sobe ao palco para alçar um vôo coletivo em busca de um novo caminho.

 Cada gesto, cada palavra, cada ideia sugerida pelas crianças é utilizada pelos personagens. Juntos, eles começam a criar histórias, superando os obstáculos encontrados neste mundo de Oz e oferecendo soluções que passam a ser fundamentais para que o Espantalho encontre um cérebro; o Leão a coragem; o Homem de Lata o coração; e Dorothy e seu cachorrinho o caminho de volta para casa.

 Como as decisões dependem do público, cada espetáculo é único, apresentando um quebra-cabeça de histórias improvisadas e montadas na hora. Ao fim, fica o convite para que a plateia volte para casa e mantenha o espírito de brincadeira, improviso e imaginação sempre em destaque no dia a dia.

 “A ideia do espetáculo é mostrar que a adversidade pode se transformar no motor de propulsão para que a nossa imaginação abra caminho para novas soluções”, conta César Gouvêa.


Elenco: César Gouvêa, Eugênio La Salvia, Paola Musatti, Ernani Sanchez e Daniel Ayres

Ideia Original e Direção: César Gouvêa

Dramaturgia: César Gouvêa e Cláudio Thebas

Coordenação de Produção: Ludmilla Picosque

Produção executiva: Teresa Sanches

Cenário: Marisa Bentivegna

Figurino e Adereços: Davi Taiu

Costureira: Cleide Mezzacapa

Concepção de luz: Marisa Bentivegna e Cris Souto

Arranjos e Direção Musical: Daniel Ayres

Operação de Luz: Aline Barros

Operação de Som: Rafaela Prestes

Contra regra: Fernando Albuquerque

Co-Produção: Boccanera Produções



Nenhum comentário

Deixe seu comentário