PAREM DE FALAR MAL DA ROTINA

Sala I

Parem de Falar Mal da Rotina de Elisa Lucinda – 14 anos de sucesso!

 

Este é um espetáculo de utilidade pública, interessa a pessoas de qualquer faixa etária e a todas as classes sociais, porque funciona como um espelho da plateia e é isso que a arte é, uma tradução da vida humana. O herói de qualquer história tem a sua trajetória, sonha-a, traça-a e vive a sua dramaturgia. Esse herói é cada um de nós. A peça então aciona, convoca esse “herói” a ser mais sujeito da própria história, uma vez que a sua vida-roteiro é uma obra aberta. Além do que, Elisa Lucinda dança, canta e saracoteia nas asas da palavra e da força cênica, de maneira que cada espetáculo é realmente o único. Todo dia há novas cenas, novas músicas, novos poemas e fabulosos improvisos que ocorrem com a divertida interação da plateia. Por isso, por ser protagonista do espetáculo que propõe a estreia de tudo a cada instante, o Parem de Falar Mal da Rotina atinge o lugar de metalinguagem. Se reinaugura e nunca se repete, o que traz à rotina o mesmo frescor que a vida nos oferece e que muitas vezes nem reparamos. O monólogo com conteúdo poético tem duração de duas horas e meia e faz sucesso há quatorze anos, e parece que não vai parar, é uma prova de que é possível surpreender sempre.

Depois de ter sua edição esgotada do Parem de Falar Mal da Rotina em forma de livro, já está no forno a versão dois da publicação, que é considerado o livro de cabeceira de muitos; tanto os que viram a peça inúmeras vezes quanto os que nunca assistiram.

Parem de Falar Mal da Rotina encanta a todo tipo de gente e agrada palácios e favelas do mesmo modo, muitas cidades continuam esperando a caravana Parem chegar, mas cada um tem a sua vez: em 2015 foi ao Imperator, na zona norte carioca, à Vitória do Espírito Santo, terra da artista, gravou DVD no Teatro Municipal de Niterói e adentrou 2016 subindo a serra para Petrópolis, simplesmente emocionante, agora é a vez da Zona Oeste do Rio de Janeiro no Teatro Fashion Mall.


Atuação, roteiro e direção: Elisa Lucinda
Assistente de Direção: Geovana Pires
Cenografia: Gisele  Licht
Iluminação: Djalma Amaral
Figurinos: Christina Cordeiro
Projeto Gráfico: Tangerina Designer
Realização do projeto: Poema



Nenhum comentário

Deixe seu comentário