Quero Ser Ziraldo

Sala I

Quero ser Ziraldo, é uma viagem pela imaginação das crianças brincando de contar uma história com os personagens de Ziraldo.

No começo da peça seis crianças em um jardim ou poderia ser um play de um condomínio, estão cada uma com seu smartphone, ipaad, ou jogando no celular, sem interagir, até que um trovão misterioso some com o sinal da internet. Sem seus brinquedos eletrônicos elas resolvem brincar de contar uma história inspirada por um livro de Ziraldo que estava na mochila de uma das crianças. A história tem o ponto de partida na pergunta: O que eu quero ser quando crescer?

Uma viagem de faz-de-conta, de imaginar mundos diferentes e personagens tem início levando as crianças a desvendar o mistério do sumiço das cores de todas as coisas por culpa do Sombra Manchada, um personagem misterioso que cada vez que aparece somem as cores.

Nesta aventura a heroína Clarinha se junta com o menino Zeca,  ajudados por Ziraldo que é personagem na peça,  vão até a lua, encontram os meninos da Lua, os Zélens, descobrem a cor Flicts, encontram o astronauta perdido e sua namorada, são ajudados pela super-mãe e super vó, juntam a turma do Pererê na busca, viagem em um balão para voltar para a terra.

A descoberta de que as pessoas diferentes e as vezes estranhas também são muito legais para brincar é feita pela turma. A descoberta de que a imaginação é um grande brinquedo.

Clarinha e Zeca junto com Ziraldo, desvendam o mistério do Sombra Manchada e o sumiço das cores e junto de toda a turma e novos amigos partem para uma nova história, uma nova aventura na imaginação. Por que brincar de imaginar é muito divertido!

Este espetáculo vai exercitar a busca de soluções para problemas que as crianças percebem no mundo, como a poluição, violência, falta de espaço para brincar, por meio da imaginação, vai conduzir a criança a buscar soluções, pensar no mundo, pensar como ele pode ser melhor para o futuro.

Homenagear um dos maiores artistas do país, trazer à cena seus personagens, suas histórias e colocar nos palcos a busca da felicidade, do tempo e do espaço para ser criança é a mágia desse espetáculo que nasceu em 2004 quando Ziraldo foi inaugurar uma crechê que levava o seu nome na cidade de Castro no Paraná.  Na ocasião o diretor Fernando Philbert, fez no teatro da cidade, com 12 crianças uma peça que contava a história de um menino que queria ser Ziraldo, e ali a viagem pelo mundo de Ziraldo e seus personagens encantou  Ziraldo, que ao final do espetáculo, muito emocionado, agradeceu e desejou que o espetáculo fosse feito no Rio de Janeiro. Onze anos depois, com texto de Luiz Estellita e produção de Cássia Vilasbôas e Sergio Canízio, que também assitiu a primeira apresentação lá no Paraná , finalmente trazem para cena esta alegre homenagem ao artistas que criou tantos personagens inesquecíveis para as crianças. QUERO SER ZIRALDO!

 


Autor: Luiz Estellita Lins

Direção: Fernando Philbert

Atores: Julia Oristânio, João Velho, Mayara Travasso, Eliane Carmo, Raoni Costa e Juliana Moulin.

Direção Musical:  Mart’nália e Maíra Freitas

Cenário: Natália Lana

Iluminação: Vilmar Olos

Figurinos: Alessandra Padilha

Design: André Coelho

Assessoria de Imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Dir. de Produção: Cássia Vilasbôas e Sérgio Canízio

Coord. de Produção: Fernando Duarte

Adm. Financeira: Karime Kawaja

Realização: NOVE PRODUÇÕES

 



Nenhum comentário

Deixe seu comentário